Olá,

Buscar
Home EstanteLista de desejos
Quem Somos Dúvidas Contato

História da riqueza no Brasil

Título

Autor:

Mais vendidos

Promoções

Compartilhe este trecho com seus amigos
copartilhe no linkedincopartilhe no whatsapp

Por: R$ 44,99

Preço a vista: R$ 44,99

Comprar
ou

Quem comprou esse, comprou também...

QCCT

  • Amostra
    • https://s3.amazonaws.com/files.autibooks.com/public/publishers/c834014a-28dc-4288-bb70-fff0aa8d592b/audiobooks/e9530a98-0ae6-4b86-be9c-f18043cfaafe/sample_651cc396-efc6-4599-a863-d10f96f3329a.mp3
    R$ 44,99
  • Amostra
    • https://s3.amazonaws.com/files.autibooks.com/public/publishers/3a9dad1d-55df-4904-8f5b-b4d26efa463f/audiobooks/14eec106-3422-4568-9f81-3d9f25a84f5d/sample_d37cbb0a-e5cc-44cb-94a6-50cfdfaaacc7.mp3
    R$ 39,90

Sinopse

História da riqueza no Brasil é ao mesmo tempo tão monumental quanto síntese. Há algumas definitivas, como as do trio Gilberto Freyre- Sérgio Buarque de Holanda-Caio Prado. A diferença? São mais de quinhentos anos relidos e explicados em nova chave. Pois para realizar a sua, Caldeira serviu-se de disciplinas vizinhas, a antropologia e a econometria, enriquecendo interpretações que já vinha consolidando em obras anteriores.


A antropologia lhe permitiu se aproximar do passado, iluminando objetos como a família, a mestiçagem, atitudes econômicas, as alianças de poder, revelando sua surpreendente permanência ao longo de cinco séculos. Quanto a econometria, essa forneceu medidas e estatísticas mal e pouco conhecidas de grande parte dos historiadores, para apreender fatos que só mediante esta abordagem são capturáveis.” – Mary del Priore



“(Caldeira) ressalta, o que para poucos era claro, que o mercado interno sempre teve importância maior do que lhe foi atribuída por muitos autores, mesmo de livros clássicos. Não que se deixe de reconhecer o papel importantíssimo do mercado externo para a inserção mundial da economia, mas desaparece o retrato simplificador da sociedade brasileira do passado como se ela fosse formada apenas pela grande lavoura de exportação.


Em segundo lugar, trata-se de obra que traz uma abordagem metodológica rara: Caldeira introduz a referência a números, aos grandes números, na narrativa histórica e os usa para a comprovação de suas teses. Como se isso não bastasse para dar singularidade e notoriedade ao livro, acrescente-se que suas páginas mostram o fracasso das tentativas de acelerar o crescimento econômico pela vontade política do Estado.” – Fernando Henrique Cardoso 



- Material complementar disponível com notas bibliográficas.




Capítulos

- Abertura
- Prefácio
- I - 1500-1808 Alianças, colônia e o mundo do antigo regime - 1 - Costumes e problemas de escrita
- 2 - Governos com genros europeus
- 3 - Governo português: teoria, escrita e Igreja
- 4 - Vilas
- 5 - Capitanias
- 6 - Governo-geral
- 7 - Governo francês, corpo e espírito
- 8 - Aliança geral
- 9 - Governos da Espanha
- 10 - Governos da Holanda
- 11 - Economia colonial, economia metropolitana e o lugar do Brasil
- 12 - Governo central e economia
- 13 - Governos locais e costumes
- 14 - Política miserável e caranguejo
- 15 - Brasileiros
- 16 - Governo-geral no sertão
- 17 - Os favores da cabeça
- 18 - Ouro e redistribuição dos governos no território
- 19 - Riqueza e empreendedores
- 20 - Governos locais e costumes na mineração do ouro
- 21 - Costumes e lei civil após o ouro
- II - 1808-1889 Coroas e estagnação durante o desenvolvimento do ocidente - 22 - Teoria dos governos: uma revolução
- 23 - Reino colonial, sonho de reação
- 24 - Governo nacional
- 25 - A Constituição de 1824
- 26 - Dando para si mesmo
- 27 - Poderes em confronto
- 28 - Regências e lideranças
- 29 - Executivo eleito
- 30 - Imperador
- 31 - Mauá e a reação
- 32 - O arbítrio ilustrado
- 33 - Republicanos
- 34 - Ocaso
- 35 - Fim
- 36 - Balanço do Império
- III - 1889-1930 Primeira república: explosão de crescimento - 37 - Governo provisório e ditadura
- 38 - Reformas fundamentais
- 39 - Nova lei, velhos costumes
- 40 - A esfinge
- 41 - Presidente eleito
- 42 - A arte de ensacar demônios
- 43 - Primeira década: alternância e mercado
- 44 - Primeira década: sertão e capitalismo
- 45 - Primeira década: amálgamas e incrustações
- 46 - Campos Sales e o plano regressivo
- 47 - O caranguejo e a ostra
- 48 - A pérola hereditária
- 49 - Governo central reacionário
- 50 - Fosso
- 51 - O plano do café: sociedade e legislativo estadual
- 52 - O plano do café: os estados
- 53 - O plano do café: o mercado internacional
- 54 - O plano do café: oportunidade quase milagrosa
- 55 - O Convênio de Taubaté
- 56 - A guerra: o front parlamentar
- 57 - A guerra: o quebrador de ossos
- 58 - A guerra: a batalha dos cheques
- 59 - A guerra: brasileiros contra brasileiros
- 60 - Capitalismo no topo da velocidade do mundo
- 61 - 1910-1918: tempos excruciantes I
- 62 - 1917-1930: tempos excruciantes II
- 63 - 1889-1930: um balanço
- IV - 1930-2017 A era do muro: uma centralização, dois resultados - 64 - Centralização com sentido
- 65 - A sonhada ditadura
- 66 - Democracia populista
- 67 - Ditadura militar e seus paradoxos
- 68 - O muro e a Grande Muralha
- 69 - Cuidando da franguinha
- 70 - Pasturo
- 71 - Desencalhe, reencalhe
- Posfácio
- Encerramento

autobook

TítuloHistória da riqueza no Brasil
Ano de edição2017
Copyright
AutorJorge Caldeira
NarradorSidney Ferreira
Duração25:56:31
Data da publicação da obra16/10/2017
Data do Audiobook05/09/2019
Amostrahttps://s3.amazonaws.com/files.autibooks.com/public/publishers/c834014a-28dc-4288-bb70-fff0aa8d592b/audiobooks/e9530a98-0ae6-4b86-be9c-f18043cfaafe/sample_651cc396-efc6-4599-a863-d10f96f3329a.mp3
Booklistbl-classicos-que-nunca-morrem
Taglancamentos
ISBN978-8556080578
CategoriaNão ficção
IdiomaPortuguês

Opinião dos ouvintes:

Este livro te ajuda a: